sábado, 24 de setembro de 2016

Um terço dela


Ela se sentia sozinha, sem rumo e sem direção, não esperava o príncipe encantando, nem acreditava nos finais felizes do conto de fada, até porque ela cresceu e percebeu como o mundo realmente é e como as pessoas são. Ela só esperava por alguém que segurasse firme em suas mão e não soltasse por motivo algum. Ela é nova, gosta de chocolate, de flores, de sabor e cores, mas não desiste de sonhar, mesmo quando muitos dos seus milhares sonhos não se concretizam. Ela tem uma fé, é forte e sabe sorrir em dias em que seu coração está se acabando em lágrimas. Ela não sabe bem o que quer, mas sempre teve certeza de quem queria por perto. Não sabe esconder o que sente, seja tristeza, ciúmes, ou raiva, ela é transparente, não se importa se vão se importar ou não com sua dor ou com o que ela demonstra, viver é a essência pra ela, quanto aos outros, pouco se importa, nada pensa, nada fala. Quer dias que tragam sorrisos, deseja lágrimas que transformem em sorrisos, é uma mistura de menina-mulher, que sonha e vive sonhos que só quem ama algo ou alguém é capaz de sonhar e viver. Isso nem é metade do que ela é, e mesmo que tentem descobrir totalmente o que ela guarda dentro de si, ninguém nunca consegue, é algo especial, diferente e único, que só ela vive, só ela sabe, só ela sente, é um terço dela. 




Autoria de imagem :
http://piecesoffeelings.blogspot.com.br/2011_12_04_archive.html

terça-feira, 20 de setembro de 2016

O tempo não é tudo, mas tudo é questão de tempo...

Olha, não sei como tem sido os seus dias, se estão sendo bons ou ruins. Talvez eu esteja bem, ou não, talvez você também esteja bem, ou não. Mas espero que você esteja bem, sei que é difícil ter que afastar quando queremos estar por perto, sei o quanto doí dizer um tchau querendo dizer um oi, ter um dia todo de uma boa conversa prolongada e ouvir sua voz em uma ligação. Ah, isso me tira o fôlego! The end ?! Não, ainda não é o fim, mas precisamos nos afastar, talvez seja necessário para reconhecemos a importância que cada um tem para o outro. Querendo ou não, talvez essa escolha seja a melhor pra você, pra mim, pra nós. Ainda não compreendi muito o motivo ou os motivos que me trouxeram até aqui para escrever a você, que ainda te espero, te admiro e te quero, por perto, é, bem perto. Ah, é de tirar um sorriso meu ler uma mensagem sua, mas a sua escolha no momento é se conhecer mais, é, bem mais, entender o que se passa no seu coração e analisar a si mesmo. Eu entendo, pois é, estou passando por dias difíceis e sua companhia era o que me fazia sorrir. Mas estamos um tempo sem nos ver, estou um tempo sem sorrir, a saudade está corroendo. Eu não sinto pouco, não estou sentindo pouca saudade, sim, estou sentindo muita falta, mas eu não posso deixar a desejar, meu espaço precisa de cuidado, ah e meu coração também, talvez ele esteja ferido, ou melhor, ele está aos pedaços, a vida tem muitos obstáculos e às vezes nos encontramos no chão, prestes a desistir de sorrir e continuar a nossa jornada, que sendo longa ou não exigirá sempre muito de nós e nos ensinará na mesma proporção. Espero que se cuide, sei que vai ficar bem, de uma maneira ou de outra, e lembre-se sempre, eu lembro de você.

Imagem de : http://juliofreitas.com

sábado, 10 de setembro de 2016

Como você está?



Olá, como você está? Espero que esteja bem. Como tem sido os dias vividos longe da minha presença? Olha, eu preciso te dizer algumas coisas, talvez coisas demais para você ficar sabendo. Mas precisamos conversar. Você tem sido a minha preocupação, ou melhor, nunca deixou de ser. Continuei minha vida, eu saio, seguro mil copos na mão, danço até o chão sem se preocupar com o amanhã, dou milhares de sorrisos, fingo que nunca te conheci, que nunca passei pela estrada da sua vida, tão pouco você passou na estrada da minha vida. Quem pensa que o silêncio não diz nada não sabe o que diz, ele diz tudo, eu mais do que ninguém sei isso, eu não digo nada, prefiro manter no meu espaço e tempo, deixando você sorrindo por aí achando que a vida é boa sem a minha presença, mas no fundo sabe que sempre vai se lembrar de mim, de nós. Não adianta, o silêncio diz mais que as palavras, ele guarda tudo, que talvez você merecia ouvir, mas eu não tenho coragem pra lhe dizer, por medo das respostas inesperadas ou por cautela de não ser vista como trouxa ou boba mais uma vez, não é ser trouxa, é amar demais ao ponto de colocar você acima dos meus planos. Seria hipocrisia dizer que não sinto sua falta. Eu só queria que você entendesse o bem que me faz, longe ou perto, você tem o sorriso que traz a minha paz. Não preciso estar ao seu lado 24h por dia, saber que você está sorrindo já é um motivo para que eu esteja sorrindo, com aquele meu sorriso meio bobo, acompanhado de vergonha e saudade. Ah, sim, saudade de você, do seu toque, cheiro, olhar e de quando nossas mãos tocavam uma na outra, nossos dedos se intercalavam e eu suspirava fundo de felicidade e ao mesmo tempo com medo de te perder. Pois é, preciso dizer tanto e no final não acabo dizendo nada. Prefiro manter meus pés no chão, voei demais, voei tanto que acabei te encontrando enquanto estava voando, foi tão bom, você foi minha companhia de voo, me entreguei pra felicidade assim, logo de cara, sem pensar na possibilidade de você voar e me deixar voando sozinha, só queria que estivéssemos voando juntos, nada mais. Eu não estou legal, só me acostumei com a ideia de dizer que estou bem,sem você, sem nós.